Estados norte-americanos estão em alerta, sob ameaça de ações violentas por partidários de Trump

Partidários de Trump planejam ações violentas em vários estados americanos para tumultuar posse de Biden

(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - De acordo com informações do FBI, partidários de Donald Trump poderiam organizar manifestações armadas em torno de sedes de poder local em todo o país, para protestar contra o que consideram uma "eleição roubada". 

A tensão é particularmente forte nos estados onde Biden derrotou Trump por pequena margem de votos. É o caso da Pensilvânia, por exemplo, onde as ruas estreitas do centro de Harrisburg, a capital, tiveram pouco movimento no sábado (16), informa a RFI.

Diante do violento ataque ao Capitólio por apoiadores de Trump em 6 de janeiro, Washington tomou uma série de medidas nos últimos dias e parece um campo de guerra, com blocos de concreto e arame farpado espalhados nas ruas. Membros da guarda nacional foram mobilizados em vários estados e cercas foram erguidas em torno de alguns parlamentos locais, como na Califórnia e em Minnesota.

Normalmente, a cerimônia de posse é uma oportunidade para centenas de milhares de americanos irem à Washington a cada quatro anos e comprarem todos os tipos de produtos com a imagem de seu presidente, antes de vê-lo prestar juramento na escadaria do Capitólio.

O evento, porém, terá um sabor especial este ano: o Passeio Nacional, a ampla esplanada em frente ao prédio do Congresso, será fechado ao público. Somente pessoas credenciadas poderão entrar na área e é provável que o número de militares que patrulham a capital ultrapasse o número de espectadores.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email