Estados Unidos acusam Rússia de testar arma antissatélites

Os Estados Unidos acusaram a Rússia nesta quinta-feira de testar uma arma que poderia ser usada para destruir satélites no espaço e se mostraram preocupados com uma ameaça considerada "real, séria e crescente"

EUA têm plano estratégico para abater a Rússia
EUA têm plano estratégico para abater a Rússia
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Força Especial americana afirma que  "tem provas" de que Moscou "realizou um teste não destrutivo com uma arma antissatélites do espaço" em 15 de julho, informou em um comunicado. 

O governo americano acusa a Rússia de testar uma arma que poderia ser usada para destruir satélites no espaço 

"O teste da semana passada é um novo exemplo de que as ameaças contra as instalações espaciais dos Estados Unidos e seus aliados são reais, sérias e crescentes", acrescentou a Força Espacial.

"É inaceitável", tuitou o negociador americano para o desarmamento, Marshall Billingslea, que afirmou que ia abordar este "grave problema" na próxima semana em Viena, durante conversas para substituir o tratado bilateral New Start sobre a limitação do número de ogivas nucleares nos Estados Unidos e na Rússia.

O sistema usado na prova da semana passada é o mesmo sobre o qual a Força Espacial americana alertou há meses, quando a Rússia se aproximou de um satélite do governo americano, declarou o general Jay Raymond, que dirige esta ramificação das forças armadas.

"Trata-se de uma nova prova dos esforços constantes da Rússia para desenvolver e testar sistemas do espaço, de acordo com a doutrina militar do Kremlin que quer recorrer a armas que mantenham as instalações nos Estados Unidos e seus aliados sob ameaça", acrescentou Raymond, citado no comunicado, segundo informa a AFP.
 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247