EUA anunciam retorno ao Conselho de Direitos Humanos da ONU

O governo dos Estados Unidos anunciou que o país retornará ao Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas inicialmente na condição de observador

Conselho de Diteitos Humanos da ONU
Conselho de Diteitos Humanos da ONU (Foto: ONU)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Os EUA retornarão na condição de país observador ao Conselho de Direitos Humanos da ONU, posição que abandonaram em meados de 2018, confirmou nesta segunda-feira (8), a delegação estadunidense em Genebra, durante uma reunião da organização multilateral. 

O diplomata Mark J.Cassayre confirmou o regresso dos EUA e ainda destacou que essa é a forma mais efetiva de reformar e melhorar o órgão da ONU, informa o UOL.

"Reconhecemos defeitos neste Conselho, mas sabemos que o organismo tem potencial para ser um importante fórum na luta contra as tiranias e as injustiças em todo o mundo", garantiu o delegado americano.

Durante a presidência de Donald Trump, os Estados Unidos abandonaram o órgão de debate sobre direitos humanos nas Nações Unidos, por considerar que havia uma postura parcial e tendenciosa contra Israel.

Com o regresso ao Conselho, que faz três reuniões anuais, os "Estados Unido reafirmam seu compromisso com a promoção e a proteção dos direitos humanos em todo o mundo", afirmou Cassayre.

O diplomata ainda garantiu que o governo de Biden "acredita em uma política exterior focada na democracia, nos direitos humanos e na igualdade".

O novo secretário de Estado, Antony Blinken, confirmou o retorno dos EUA, considerando que assim o país poderá combater os países que a superpotência norte-americana considera autoritários. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email