EUA dizem que realizaram 17 ataques contra EI no Iraque e 12 na Síria

 Os Estados Unidos e aliados conduziram 17 ataques aéreos contra o Estado Islâmico no Iraque e 12 na Síria nesse sábado (5), disse a coalizão que lidera as operações em um comunicado; no Iraque, os ataques aéreos focaram nos redutos dos militantes, Mosul e Ramadi, onde foram realizadas, respectivamente, quatro e cinco operações que atingiram unidades táticas, armas e prédios, disse a coalizão, neste domingo (6)

 Os Estados Unidos e aliados conduziram 17 ataques aéreos contra o Estado Islâmico no Iraque e 12 na Síria nesse sábado (5), disse a coalizão que lidera as operações em um comunicado; no Iraque, os ataques aéreos focaram nos redutos dos militantes, Mosul e Ramadi, onde foram realizadas, respectivamente, quatro e cinco operações que atingiram unidades táticas, armas e prédios, disse a coalizão, neste domingo (6)
 Os Estados Unidos e aliados conduziram 17 ataques aéreos contra o Estado Islâmico no Iraque e 12 na Síria nesse sábado (5), disse a coalizão que lidera as operações em um comunicado; no Iraque, os ataques aéreos focaram nos redutos dos militantes, Mosul e Ramadi, onde foram realizadas, respectivamente, quatro e cinco operações que atingiram unidades táticas, armas e prédios, disse a coalizão, neste domingo (6) (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

WASHINGTON (Reuters) - Os Estados Unidos e aliados conduziram 17 ataques aéreos contra o Estado Islâmico no Iraque e 12 na Síria no sábado, disse a coalizão que lidera as operações em um comunicado.

No Iraque, os ataques aéreos focaram nos redutos dos militantes, Mosul e Ramadi, onde foram realizadas, respectivamente, quatro e cinco operações que atingiram unidades táticas, armas e prédios, disse a coalizão neste domingo (6).

Outros ataques atingiram as regiões de Albu Hayat, Sinjar, Sultan Abdalla e al Huwayjah.

Na Síria, os ataques foram lançados nas redondezas de Ayn Isa, Mar'a e RaqqaDayr Az Zawr, onde cinco bombardeios destruíram cinco poços de petróleo do Estado Islâmico, segundo o comunicado.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247