EUA fecham consulado da Rússia em San Francisco

"No âmbito da reciprocidade, invocada pela parte russa, exigimos que o governo russo feche seu Consulado Geral em São Francisco, e  anexo da chancelaria em Washington, bem como um anexo consular na cidade de Nova York; essas medidas precisarão ser realizados até o dia 2 de setembro", informou o comunicado

"No âmbito da reciprocidade, invocada pela parte russa, exigimos que o governo russo feche seu Consulado Geral em São Francisco, e  anexo da chancelaria em Washington, bem como um anexo consular na cidade de Nova York; essas medidas precisarão ser realizados até o dia 2 de setembro", informou o comunicado
"No âmbito da reciprocidade, invocada pela parte russa, exigimos que o governo russo feche seu Consulado Geral em São Francisco, e  anexo da chancelaria em Washington, bem como um anexo consular na cidade de Nova York; essas medidas precisarão ser realizados até o dia 2 de setembro", informou o comunicado (Foto: Charles Nisz)

Sputinik News - Os EUA, em resposta às recentes medidas de Moscou, exigem o fechamento, no dia 2 de setembro, o consulado da Rússia em São Francisco, e duas propriedades diplomáticas em Washington e Nova York, segundo um comunicado do Departamento de Estado dos Estados Unidos.

"No âmbito da reciprocidade, invocada pela parte russa, exigimos que o governo russo feche seu Consulado Geral em São Francisco, e  anexo da chancelaria em Washington, bem como um anexo consular na cidade de Nova York. Essas medidas precisarão ser realizados até o dia 2 de setembro", informou o comunicado.

Os Estados Unidos reduziram o número de seus funcionários na Embaixada dos EUA na Rússia em 455 pessoas, conforme solicitado por Moscou em julho, em retaliação à expulsão de 35 diplomatas russos e às novas sanções contra a Rússia, aprovadas pelo Congresso dos EUA, explicou o Departamento de Estado.

"Os Estados Unidos atenderam plenamente a decisão do Governo da Federação Russa de reduzir o tamanho da nossa missão na Rússia", informou o comunicado. "Os Estados Unidos estão preparados para adotar medidas adicionais, conforme a necessidade e conforme suas atribuições".

Moscou vetou, temporariamente, o uso de todos os depósitos da embaixada dos EUA em Moscou, a partir de 1 de agosto, após a aprovação pelo Senado dos EUA de um novo pacote de sanções contra a Rússia, o Irã e a Coreia do Norte.

"Os Estados Unidos manifestam a esperança de que, depois de cumprir as demandas de reciprocidade da Federação Russa, será possível evitar novas ações de retaliação de ambos os lados e avançar para alcançar o objetivo declarado dos nossos presidentes: melhorar as relações entre nossos países e ampliar a cooperação nas áreas de interesse mútuo ", acrescentou o Departamento de Estado.

Washington adotou o primeiro pacote de sanções contra Moscou em 2014, em resposta à reunificação da Crimeia com a Rússia e aos conflitos em Donbass, que se rebelou contra Kiev após um golpe de estado na Ucrânia.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247