Evo Morales viaja da Argentina à Venezuela após a vitória de Luis Arce

A viagem do ex-líder boliviano ocorre poucas horas depois de o Supremo Tribunal Eleitoral da Bolívia confirmar o triunfo do candidato de seu partido Movimento ao Socialismo (MAS), Luis Arce, como novo presidente da Bolívia

Evo Morales e Lucho Arce
Evo Morales e Lucho Arce (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik – Evo Morales, ex-presidente da Bolívia, saiu nesta sexta-feira (23) da Argentina em um avião da companhia aérea estatal venezuelana Conviasa com destino a Venezuela.

De acordo com fontes próximas de Evo Morales, é previsto que a comitiva boliviana regresse no sábado (24), após realizar "uma turnê" que tinha pendente, sem providenciar mais informações, avança El País.

Segundo o jornal, Morales partiu do aeroporto internacional de Ezeiza de Buenos Aires.

A viagem do ex-líder boliviano ocorre poucas horas depois de o Supremo Tribunal Eleitoral da Bolívia confirmar o triunfo do candidato de seu partido Movimento ao Socialismo (MAS), Luis Arce, como novo presidente da Bolívia.

Ontem (23), após a contagem total dos votos Luis Arce, o candidato do partido MAS, venceu as eleições presidenciais na Bolívia, além disso o partido conseguirá maioria no Parlamento.

A vitória do MAS foi reconhecida pela presidente interina, Jeanine Áñez, pelo presidenciável Carlos Mesa e pela Organização dos Estados Americanos (OEA) entre domingo e segunda-feira.

Em dezembro de 2019, após a chegada de Alberto Fernández ao poder na Argentina, Morales se mudou para Buenos Aires com o intuito de estar mais perto da Bolívia.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247