Exército sírio mata comandante do Estado Islâmico

O comandante do Estado Islâmico, identificado como um dos governadores provinciais auto-declarados, foi morto em um ataque perto da cidade de Hamadi Omar, a 50 quilômetros da cidade de Hama. O Observatório disse que um total de 26 militantes do Estado Islâmico morreram no ataque

O comandante do Estado Islâmico, identificado como um dos governadores provinciais auto-declarados, foi morto em um ataque perto da cidade de Hamadi Omar, a 50 quilômetros da cidade de Hama. O Observatório disse que um total de 26 militantes do Estado Islâmico morreram no ataque
O comandante do Estado Islâmico, identificado como um dos governadores provinciais auto-declarados, foi morto em um ataque perto da cidade de Hamadi Omar, a 50 quilômetros da cidade de Hama. O Observatório disse que um total de 26 militantes do Estado Islâmico morreram no ataque (Foto: Leonardo Attuch)

BEIRUTE (Reuters) - A Força Aérea da Síria matou um comandante do Estado Islâmico em um ataque aéreo na região central do país, disse a mídia estatal no sábado. 

O comandante do Estado Islâmico, identificado como um dos governadores provinciais auto-declarados, foi morto em um ataque perto da cidade de Hamadi Omar, a 50 quilômetros da cidade de Hama. O Observatório disse que um total de 26 militantes do Estado Islâmico morreram no ataque. 

A imprensa estatal síria também disse que o ataque destruiu um comboio de veículos militares. Rami Abdulrahman, que dirige o Observatório de Direitos Humanos da Síria, disse que não estava claro se o comandante do Estado Islâmico, chamado de Abi Ammar al-Jazrawi, havia mesmo sido morto em ataques aéreos na sexta-feira e no sábado. 

Uma aliança liderada pelos EUA para bombardear alvos do Estado Islâmico na Síria e no Iraque rejeitou a ideia de parceria com o presidente Bashar al-Assad na luta contra o grupo radical, descrevendo o mandatário como parte do problema. 

(Por Tom Perry)

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247