Forças Armadas da Venezuela expressam 'lealdade absoluta' ao governo Maduro

As Forças Armadas da Venezuela manifestaram neste domingo sua "lealdade absoluta" ao governo do presidente Nicolás Maduro, após uma tentativa frustrada de incursão marítima no território do país por forças estrangeiras

(Foto: AVN/Resistência)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A tentativa de incursão no território venezuelano de uma força militar estrangeira foi rechaçada pelas Forças Armadas nacionais, que em pronunciamento afirmaram que "o grupo de mercenários terroristas" foi "organizado e treinado na Colômbia" e "realizou um ataque à soberania nacional". 

Houve confronto, em que  "vários mercenários foram mortos e outros capturados, alguns ligados ao narcotráfico, que participaram da organização da operação terrorista", diz o comunicado das Forças Armadas venezuelanas.

Depois da tentativa de incursão, as Forças Armadas venezuelanas se declararam em estado de "alerta e resistência permanente"

Por sua vez, o presidente da Assembléia Nacional Constituinte da Venezuela, Diosdado Cabello, indicou que os governos dos EUA e da Colômbia estão por trás da tentativa de invasão marítima na costa norte do país.

"É um plano orquestrado nos EUA, usando o Departamento Antidrogas (DEA) e agentes do tráfico de drogas para uma incursão militar em nossa pátria", denunciou o líder chavista, depois de relatar que o GPS encontrado nos barcos revelou que eles eram da Colômbia, informa Russia Today.
 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247