Fórum: Evo Morales chama de “Golpe do Lítio” o que viveu na Bolívia

“O golpe ao lítio é porque temos as maiores reservas de lítio do mundo, maiores que as do Chile e da Argentina, e tínhamos um projeto de industrialização do lítio por conta própria, e os Estados Unidos não perdoaram essa nossa política”, afirmou Morales

Ex-presidente da Bolívia, Evo Morales
Ex-presidente da Bolívia, Evo Morales (Foto: REUTERS/Rodrigo Urzagasti)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Fórum - A Revista Fórum realizou neste sábado (4) uma entrevista exclusiva com Evo Morales, ex-presidente da Bolívia, desposto no golpe de Estado de 10 de novembro de 2019. Segundo o líder socialista, a ação que terminou com seu mandato foi “um golpe ao índio, ao modelo econômico e um golpe ao lítio”.

Segundo Morales, “o golpe ao lítio é porque temos as maiores reservas de lítio do mundo, maiores que as do Chile e da Argentina, e tínhamos um projeto de industrialização do lítio por conta própria, e os Estados Unidos não perdoaram essa nossa política. Estávamos experimentando já com plantas piloto para fabricação de baterias de lítio e outros produtos com valor agregado. Assim, poderíamos ter mais soberania na hora de definir o preço internacional do produto”.

Veja a íntegra na Fórum. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email