França diz que manterá tropas na Síria

Em divergência aberta com os Estados Unidos, a França anunciou que manterá tropas no norte da Síria por ora porque os militantes do Estado Islâmico não foram eliminados

França diz que manterá tropas na Síria
França diz que manterá tropas na Síria (Foto: GONZALO FUENTES)

247, com Reuters - A França manterá tropas no norte da Síria por ora porque os militantes do Estado Islâmico não foram eliminados, uma visão contrária à dos Estados Unidos, e iniciou conversas com Washington sobre as condições e o calendário de sua retirada, disseram autoridades.

A França é um membro destacado da coalizão liderada pelos EUA que combate terroristas na Síria e no Iraque e tem forças especiais no norte do país, mobilizadas ao lado de forças curdas e árabes, já tendo realizado ataques aéreos contra o grupo.

Uma fonte da Presidência francesa disse a repórteres que integrantes das Forças Democráticas da Síria (SDF), que são dominadas pelos curdos e são parceiras dos EUA na área, estarão em Paris na sexta-feira para conversar com autoridades sobre a medida.

"Ele (Trump) está pegando atalhos, arriscando um acidente grave... a espinha dorsal da coalizão são os Estados Unidos", disse a fonte.

A França é especialmente sensível à ameaça do Estado Islâmico por causa dos vários ataques mortais em seu solo, e autoridades acreditam que o grupo militante continua sendo um risco. Centenas de cidadãos franceses se uniram ao grupo na Síria.

O presidente francês, Emmanuel Macron, conversou com seu colega norte-americano, Donald Trump, na terça-feira depois de saber por antecipação das intenções de Trump para tentar convencê-lo a não recuar, como ocorreu em abril – na ocasião o líder francês o persuadiu a continuar engajado na Síria citando a ameaça do Irã na região, segundo a fonte.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247