G7 decide ajuda emergencial de R$ 82,4 milhões para combater queimadas na Amazônia

O G7, reunido entre o sábado e esta segunda-feira (26) na cidade francesa de Biarritz, acaba de decidir uma ajuda emergencial de US$ 20 milhões (cerca de R$ 82,4 milhões) para combater os incêndios na Amazônia, de acordo com o presidente da França, Emmanuel Macron

(Foto: Reuters | Ministério Defesa Bolívia)

247 - O G7, reunido entre o sábado e esta segunda-feira (26) na cidade francesa de Biarritz, acaba de decidir uma ajuda emergencial de US$ 20 milhões (cerca de R$ 82,4 milhões) para combater os incêndios na Amazônia, de acordo com o presidente da França, Emmanuel Macron, informa o G1.  

A maior parte do dinheiro será destinada ao envio de aviões Canadair de combate a incêndios, anunciou a presidência francesa.   

Além desta frota aérea, o G7 concordou com uma assistência de médio prazo para o reflorestamento, a ser apresentado na Assembleia Geral da ONU no final de setembro.   

A condição é que o Brasil concorde em trabalhar com ONGs e populações locais, disse o governo francês.  

Trump ausente  

O presidente Donald Trump, dos Estados Unidos, não participou das discussões sobre mudança climática e biodiversidade que aconteceram durante o encontro da cúpula do G7 nesta segunda (26).  Segundo Macron, o norte-americano estava em encontros bilaterais. 

Trump, no entanto, apoia os esforços para responder às queimadas na Amazônia, disse o francês.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247