General do Irã: inimigos devem 'aprender a lição' com exercícios militares em meio a tensões com EUA

Hossein Salami, comandante do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica, disse que os inimigos do Irã devem ter medo do poder defensivo do Irã

Hossein Salami
Hossein Salami (Foto: Reprodução/Twitter)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - Hossein Salami, comandante do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC, na sigla em inglês), disse que os inimigos do Irã devem ter medo do poder defensivo do Irã, uma pequena parte do qual foi exibida nos recentes exercícios militares.

O major-general iraniano fez as observações nesta sexta-feira (12) à margem dos jogos de guerra Grande Profeta 16, que foram conduzidos pelas Forças Terrestres do IRGC no sudoeste do país.

Salami afirmou que as Forças Armadas do Irã sempre mantiveram seu espírito de "autoridade, defesa, resistência e agressão" contra os inimigos, acrescentando que "o inimigo devia aprender uma lição do poder de fogo mostrado pelas forças iranianas durante os exercícios Grande Profeta".

"As Forças Terrestres do IRGC garantem nossa segurança, independência, honra e dignidade e elas brilharam gloriosamente em seu jogo de guerra mais recente. O poderio de combate das Forças Terrestres é muito mais do que vimos hoje, e neste exercício mostramos apenas um pequeno exemplo desse poder", declarou.

Alto comandante iraniano observou que os inimigos estão com medo dos passos firmes dos soldados das Forças Terrestres do IRGC, sublinhando que "a integridade territorial do país não será negligenciada nem por um único momento", escreve agência de notícias Mehr.

Em janeiro, o IRGC conduziu um exercício e lançou mísseis balísticos antinavio contra um alvo simulado no oceano Índico. Também no mês passado, um submarino iraniano teria lançado mísseis de cruzeiro no golfo de Omã.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email