Governo Bolsonaro quer aproximar Brasil da Otan

O Brasil pediu uma aproximação à Otan, a aliança militar do Atlântico Norte liderada pelo governo dos EUA. A intenção foi mencionada pelo chanceler Ernesto Araújo em uma reunião fechada com o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, no início do ano, relata o jornalista.

Governo Bolsonaro quer aproximar Brasil da Otan
Governo Bolsonaro quer aproximar Brasil da Otan

247, Por Jamil Chade, em seu Blog – O Brasil pediu uma aproximação à Otan, a aliança militar do Atlântico Norte liderada pelo governo dos EUA. A intenção foi mencionada pelo chanceler Ernesto Araújo em uma reunião fechada com o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, no início do ano, relata o jornalista.

"Procurado por este blog, o Itamaraty se recusou a comentar, pelo caráter sigiloso do conteúdo do encontro e dos telegramas produzidos a partir da reunião. Mas três fontes diferentes que tiveram acesso a um relato do encontro confirmam que houve uma proposta de aproximação por parte do Brasil".

Jamil Chade destaca que "ao longo dos últimos anos, a Otan passou a estabelecer relações com países fora de sua esfera geográficas. Desde 2013, o governo colombiano passou a colaborar com a aliança. Mas foi em 2018 que Bogotá, oficialmente, aderiu como "sócio global" da entidade. A Colômbia, portanto, foi o primeiro e único país latino-americano a integrar o grupo militar".

A Otan, também conhecida como Aliança Atlântica, com sede em Bruxelas, Bélgica, é um braço armado comandado pelos Estados Unidos, integrado por 29 países membros em toda a América do Norte e Europa. Criada em 1949, supostamente como instrumento de defesa recíproca em face de eventuais ataques da União Soviética, depois da extinção desta e com o término da Guerra Fria, adotou novo conceito estratégico expansionista e agressivo, realizando intervenções militares em diversas regiões do mundo. 

Leia mais 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247