Governo israelense ameaça fazer nova guerra contra palestinos em Gaza

O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu ameaçou fazer nova guerra contra a Faixa de Gaza, no contexto em que têm aumentad os ataques de Israel ao território palestino

Netanyahu  
Netanyahu   (Foto: REUTERS/Ronen Zvulun)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Telesur - O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu ameaçou fazer nova guerra contra a Faixa de Gaza, no contexto em que têm aumentad os ataques de Israel ao território palestino.   "Uma operação em Gaza pode ocorrer a qualquer momento, mesmo antes das eleições (em 17 de setembro)", disse o governante do Estado sonista.  

Netanyahu fez as declarações à imprensa depois de sair de uma reunião com o presidente russo Vladimir Putin, realizada sexta-feira na cidade russa de Sochi, para discutir questões sobre a situação no Oriente Médio.

O governante, que busca permanecer no poder nas eleições parlamentares na próxima terça-feira, baseou seu discurso eleitoral nas medidas que tomaria contra a Faixa de Gaza em busca de obter mais votos do eleitorado israelense.  

Netanyahu disse que seu governo aumentou nos últimos dias ataques contra o território palestino em resposta a supostos ataques.   

Na reunião em Sochi, o primeiro-ministro israelense disse a Putin que viu com preocupação o aumento das ações "ameaçadoras" do Irã provenientes da   "A coordenação entre nossas forças armadas é sempre muito importante. Isso é especialmente importante agora, já que no mês passado vemos um aumento nas tentativas do Irã de usar o território da Síria para lançar ataques contra nós e implantar foguetes lá", disse ele.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email