Havaí descriminaliza porte de maconha

Estado norte-americano do Havaí descriminalizou o porte de pequenas quantidades de maconha, juntando-se a outras duas dezenas de estados norte-americanos que adotaram medidas semelhantes. segundo a nova lei, qualquer pessoa com até três gramas de maconha pode pagar uma multa de US$ 130, mas a possibilidade de 30 dias de prisão, além de uma multa de até US$ 1 mil, foi extinta

Cultivo de maconha para fins medicinais será colocado em consulta pública
Cultivo de maconha para fins medicinais será colocado em consulta pública
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - O estado norte-americano do Havaí descriminalizou o porte de pequenas quantidades de cannabis nesta terça-feira (9), juntando-se a outras duas dezenas de estados norte-americanos que adotaram medidas semelhantes.

Segundo a nova lei, qualquer pessoa com até três gramas de maconha pode pagar uma multa de US$ 130, mas a possibilidade de 30 dias de prisão por até mesmo uma pequena quantidade da droga e uma multa de até US$ 1 mil foi extinta.

A legislatura, controlada pelo Partido Democrata, aprovou o projeto em maio e o enviou ao governador David Ige para sanção.

Ige não assinou, mas também não o vetou. Assim, as novas regras começarão a valer em 11 de janeiro de 2020, após tornar-se lei nesta terça.

Alguns grupos receberam bem a medida, embora tenham dito que a iniciativa não foi longe o suficiente para legalizar a droga.

"Infelizmente, três gramas seria a menor quantidade de qualquer estado que tenha descriminalizado (ou legalizado) a simples posse de maconha", disse o Marijuana Policy Project em comunicado. "Ainda assim, a remoção de penalidades criminais e o possível tempo de prisão por posse de uma pequena quantidade de cannabis é uma melhoria."

Atualmente, outros 24 estados, bem como Washington DC, aprovaram leis que descriminalizaram ou legalizaram a maconha.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247