Índia proíbe todas as exportações de hidroxicloroquina

A Índia proibiu todas as exportações de hidroxicloroquina, um medicamento contra a malária que Jair Bolsonaro anunciou neste sábado que iria importar do país asiático e Donald Trump tem repetidamente apontado como um "divisor de águas" na luta contra o coronavírus

(Foto: Divulgação/Ag. Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - As exportações de hidroxicloroquina foram proibidas pela Índia. No mês passado, o órgão regulador do comércio indiano já tinha restringido as remessas da droga para o exterior permitindo apenas algumas exceções limitadas, como aquelas relacionadas a motivos humanitários e para cumprir compromissos anteriores.

Em uma entrevista coletiva no sábado, Trump disse que conversou com o primeiro-ministro indiano Narendra Modi e apelou pela liberação de remessas que os EUA já encomendaram, informa o site da Bloomberg

Jair Bolsonaro anunciou neste sábado (4) que tinha mantido entendimentos com a Índia para importar a hidroxicloroquina, o que não será possível diante da proibição do governo indiano. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email