Irã afirma que sanções dos EUA são 'crime de lesa-humanidade'

O presidente do Irã, Hasan Rohani, disse que as sanções impostas pelos EUA são "crime contra a humanidade" e "terrorismo econômico" contra seu país

(Foto: Vahid Salemi)

HispanTV - O presidente do Irã, Hasan Rohani, disse que as sanções impostas pelos EUA são "crime contra a humanidade" e "terrorismo econômico" contra seu país. 

“Estamos numa situação de sanções cruéis e, especialmente desde maio, as pessoas estão sob pressão. Essas sanções são precisamente o terrorismo econômico ”, denunciou o presidente persa nesta quarta-feira (7).  

Em um discurso proferido em Teerã por ocasião do Dia do Jornalista, Rohani denunciou que os embargos impostos pelo governo dos EUA, presidido por Donald Trump, apontam deliberadamente contra civis iranianos, incluindo crianças e adolescentes e pessoas enfermas. "Isto é um crime contra a humanidade", lamentou o chefe do Executivo persa, e depois insistiu na necessidade de resistir à pressão de Washington para superar os problemas.  

Por outro lado, Rohani atacou a campanha de mídia do inimigo contra a República Islâmica do Irã, e afirmou que com a unidade, esforço e perseverança, Teerã vai superar essas situações difíceis.  

Em maio de 2018, Trump retirou os EUA do Plano de Ação Conjunta Abrangente, o nome oficial do acordo nuclear, e reativou todas as sanções anti-Irã que haviam sido levantadas sob o mesmo pacto.  

Desde então, Washington intensificou sua campanha de pressão econômica e midiática contra a República Islâmica.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247