Irã critica opinião da França sobre acordo nuclear

O chanceler iraniano criticou neste domingo seu colega francês por declarações sobre o acordo nuclear

Chanceler do Irã, Mohammad Javad Zarif
Chanceler do Irã, Mohammad Javad Zarif (Foto: REUTERS/Carlo Allegri)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro das Relações Exteriores iraniano, Mohammad Yavad Zarif, lembrou ao seu homólogo francês Jean-Ives Le Drian que a República Islâmica manteve vivo o Plano de Ação Conjunta Abrangente,como é designado o acordo nuclear.

Zarif respondeu assim às recentes declarações de Le Drian sobre a necessidade de negociar alguns termos deste acordo multilateral com a inclusão do programa de mísseis balísticos do país persa. Ele também abordou as acusações do ministro francês de que o Irã está desestabilizando a região do Oriente Médio, dizendo que a França está na verdade indiretamente envolvida no genocídio no Iêmen.

Le Drian afirmou que o acordo nuclear é insuficiente e que deveria adicionar o programa de dissuasão de mísseis do Irã.

O acordo nuclear foi assinado em 2015 por Teerã e o grupo 5 + 1, formado por Estados Unidos, Reino Unido, França, Rússia e China mais a Alemanha. Os EUA o abandonaram em maio de 2018.

A Casa Branca voltou a impor medidas punitivas contra o Irã e enquanto se aguarda uma reação da Europa, que nunca veio, o Irã começou a reduzir seus compromissos com o acordo. 

As autoridades iranianas afirmam que todas essas medidas são reversíveis assim que os outros países que assinaram o acordo nuclear cumprirem suas obrigações, mas que nunca colocarão seu programa de mísseis na mesa de negociações, informa a Prensa Latina.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email