Irã emite mandado de prisão de Trump por assassinato de general Soleimani

Procurador Ali Alqasi Mehr disse que o Irã pediu ajuda à Interpol e que as acusações "contra 36 indivíduos envolvidos" são de assassinato e terrorismo. Ainda segundo ele, o presidente dos EUA, Donald Trump, está “no topo da lista” e será processado “assim que deixar a Presidência”

(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - A Justiça do Irã emitiu mandados de prisão contra o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e outras 35 pessoas envolvidas no bombardeio no Iraque que matou o general Qassem Soleimani, em 3 de janeiro de 2020.

O anúncio foi feito pelo procurador-geral de Teerã, Ali Alqasi Mehr. De acordo com ele, “36 indivíduos envolvidos ou que ordenaram o assassinato de Qassem, incluindo políticos e militares dos EUA e de outros governos, foram identificados, e oficiais judiciários emitiram mandados de prisão contra eles”. A informação é da agência iraniana Fars.

O procurador disse ainda que o Irã pediu ajuda à Interpol. Segundo ele, as acusações são de assassinato e terrorismo, sendo que Trump está “no topo da lista” e será processado “assim que deixar a Presidência”.

Leia a íntegra na Fórum.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247