Irã rechaça pressões dos EUA e avança no campo nuclear

Apesar dos temores sobre o programa atômico e das pressões dos Estados Unidos para detê-lo, o Irã continua promovendo o desenvolvimento desta indústria, um movimento pacífico, segundo o governo do país, e, por enquanto, cumpre as limitações impostas pelo acordo nuclear assinado em 2015

Irã rechaça pressões dos EUA e avança no campo nuclear
Irã rechaça pressões dos EUA e avança no campo nuclear

EFE - Apesar dos temores sobre o programa atômico e das pressões dos Estados Unidos para detê-lo, o Irã continua promovendo o desenvolvimento desta indústria, um movimento pacífico, segundo o governo do país, e, por enquanto, cumpre as limitações impostas pelo acordo nuclear assinado em 2015.

As autoridades iranianas apresentaram nesta semana mais de cem conquistas no campo da tecnologia nuclear obtidas durante o último ano, que foi complicado devido à saída unilateral dos EUA do citado acordo e à volta das sanções contra o Irã por parte da Casa Branca.

Se em 2018, por ocasião do Dia Nacional da Tecnologia Nuclear, foram anunciadas 83 conquistas, este ano a Agência de Energia Atômica do Irã (AEAI) se superou e informou 114. Além disso, o órgão disse que começou a instalar centrífugas avançadas do tipo IR-6.

"A política de assédio dos EUA não pode dificultar o nosso progresso no campo da tecnologia nuclear", ressaltou em cerimônia o chefe da AEAI, Ali Akbar Salehi.

As informações são de Marina Villén

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247