Iraque anuncia retomada completa de Fallujah do Estado Islâmico

O Iraque anunciou neste domingo, 26, que recapturou o último distrito de Fallujah controlado por militantes do Estado Islâmico; "Anunciamos deste local, no centro do distrito de Golan, que ele está livre do terrorismo e a boa notícia aos iraquianos de que a batalha de Fallujah terminou", afirmou o tenente-general Abdul Wahab al-Saidi, em pronunciamento na TV estatal; Estado Islâmico controlada a cidade desde janeiro de 2014 e a ofensiva começou há mais de um mês; mais de 30 mil civis fugiram de Fallujah em apenas três dias, na semana passada

O Iraque anunciou neste domingo, 26, que recapturou o último distrito de Fallujah controlado por militantes do Estado Islâmico; "Anunciamos deste local, no centro do distrito de Golan, que ele está livre do terrorismo e a boa notícia aos iraquianos de que a batalha de Fallujah terminou", afirmou o tenente-general Abdul Wahab al-Saidi, em pronunciamento na TV estatal; Estado Islâmico controlada a cidade desde janeiro de 2014 e a ofensiva começou há mais de um mês; mais de 30 mil civis fugiram de Fallujah em apenas três dias, na semana passada
O Iraque anunciou neste domingo, 26, que recapturou o último distrito de Fallujah controlado por militantes do Estado Islâmico; "Anunciamos deste local, no centro do distrito de Golan, que ele está livre do terrorismo e a boa notícia aos iraquianos de que a batalha de Fallujah terminou", afirmou o tenente-general Abdul Wahab al-Saidi, em pronunciamento na TV estatal; Estado Islâmico controlada a cidade desde janeiro de 2014 e a ofensiva começou há mais de um mês; mais de 30 mil civis fugiram de Fallujah em apenas três dias, na semana passada (Foto: Aquiles Lins)

247 com agências - O Iraque anunciou neste domingo, 26, que recapturou o último distrito de Fallujah controlado por militantes do Estado Islâmico.

"Anunciamos deste local, no centro do distrito de Golan, que ele está livre do terrorismo e a boa notícia aos iraquianos de que a batalha de Fallujah terminou", afirmou o tenente-general Abdul Wahab al-Saidi, em pronunciamento na TV estatal. Ao menos 1,8 mil militantes foram mortos na retomada de Fallujah, segundo o oficial.

O Estado Islâmico controlada a cidade desde janeiro de 2014 e a ofensiva começou há mais de um mês, em 23 de maio. Mais de 30 mil civis fugiram de Fallujah em apenas três dias, na semana passada, segundo o Conselho Norueguês de Refugiados (NRC).

As forças anti-terroristas do país haviam retomado o prédio do governo municipal de Fallujah há nove dias. O complexo reconquistado abrigava o conselho local e as instalações das forças de segurança.

A Organização Internacional para as Migrações (OIM) estimou há dez dias em 48 mil o número de pessoas que fugiu de suas casas, principalmente na periferia da cidade. Mas o EI impedia a fuga deles com bombas às margens das estradas e homens armados. Dezenas de civis foram mortos.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247