Israel dissolve parlamento e antecipa eleições

Israel terá eleições gerais em abril, segundo um porta-voz do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu; "Os líderes da coalizão decidiram de forma unânime dissolver o parlamento e realizar novas eleições no início de abril", disse o porta-voz; crise na coalizão causada por uma lei de alistamento militar que afeta exceções do serviço obrigatório dadas a judeus ultraortodoxos levou à decisão

Israel dissolve parlamento e antecipa eleições
Israel dissolve parlamento e antecipa eleições (Foto: REUTERS/Stringer)

Reuters - Israel terá eleições gerais em abril, disse um porta-voz do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu no Twitter nesta segunda-feira, depois de um encontro de integrantes da coalizão de governo.

"Os líderes da coalizão decidiram de forma unânime dissolver o parlamento e realizar novas eleições no início de abril", disse o porta-voz, citando uma declaração feita pelos parceiros políticos de Netanyahu.

Uma crise na coalizão causada por uma lei de alistamento militar que afeta exceções do serviço obrigatório dadas a judeus ultraortodoxos levou à decisão.

Netanyahu, agora em seu quarto mandato como primeiro-ministro, vem governando com uma pequena maioria de 61 cadeiras no parlamento de 120 integrantes,. Ele lidera o partido de direita Likud.

Sob a lei isralense, uma eleição nacional deveria ocorrer até novembro de 2019.

Por Jeffrey Heller

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247