Jornal de Uganda expõe lista de homossexuais

Tabloíde Red Pepper publicou nome dos "200 principais homossexuais do país", um dia depois que o presidente Yoweri Museveni sancionou uma severa lei contra relações do mesmo sexo; classificação inclui ativistas gays como Pepe Julian Onziema, um popular astro de hip hop ugandense e um padre da Igreja Católica

Tabloíde Red Pepper publicou nome dos "200 principais homossexuais do país", um dia depois que o presidente Yoweri Museveni sancionou uma severa lei contra relações do mesmo sexo; classificação inclui ativistas gays como Pepe Julian Onziema, um popular astro de hip hop ugandense e um padre da Igreja Católica
Tabloíde Red Pepper publicou nome dos "200 principais homossexuais do país", um dia depois que o presidente Yoweri Museveni sancionou uma severa lei contra relações do mesmo sexo; classificação inclui ativistas gays como Pepe Julian Onziema, um popular astro de hip hop ugandense e um padre da Igreja Católica (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornal Red Pepper, da Uganda, publicou na edição desta terça-feira uma lista dos "200 principais" homossexuais do país. No dia anterior, o presidente do país, Yoweri Museveni, sancionou uma lei contra homossexuais.

Sob a manchete "Expostos!", a lista inclui ativistas gays como Pepe Julian Onziema, um popular astro de hip hop ugandense e um padre da Igreja Católica.

Uma nova lei impõe penas severas para homossexuais, desafiando os protestos de grupos de direitos humanos, a crítica de doadores ocidentais e o aviso dos Estados Unidos de que a iniciativa prejudicará as relações bilaterais.

O texto criminalizou o lesbianismo pela primeira vez e tornou crime ajudar indivíduos a se envolver em atos homossexuais. Ativistas de direitos dos gays em Uganda disseram que planejam desafiar a lei na Justiça.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email