Líder da oposição britânica exige que Johnson seja claro sobre participação de Londres no assassinato de Soleimani

O líder do Partido Trabalhista Britânico, Jeremy Corbyn, pede ao primeiro-ministro Boris Johnson que dê uma resposta clara sobre a participação de seu governo no assassinato do general iraniano por ordem dos EUA

Jeremy Corbyn e Boris Johnson 
Jeremy Corbyn e Boris Johnson 
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em uma carta dirigida ao primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, o líder da oposição faz perguntas sobre o possível papel de Londres no assassinato do comandante da Força Quds do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (CGRI) do Irã. 

“Dada a natureza séria dos problemas enfrentados por nosso país e, de fato, pelo mundo como resultado do ataque dos EUA, agradeceria uma resposta imediata a essa solicitação e estarei pronto para participar de qualquer reunião informativa assim que possível", escreveu Corbyn.  

O líder trabalhista pergunta se Johnson já havia sido informado da decisão do presidente dos EUA, Donald Trump, de realizar o ataque e, se a resposta for sim, quais são as informações que o primeiro-ministro britânico pode dar sobre a posição do seu governo.   

Ele também pergunta sobre que troca de informações houve depois do atentado entre os governos do Reino Unido e dos EUA, informa o site iraniano HispanTV.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247