Líder socialista venezuelano diz que oposição liderada por Guaidó é 'uma vergonha'

O presidente da Assembleia Constituinte venezuelana e vice-presidente do Partido governante PSUV, Diosdado Cabello, disse nesta segunda-feira (27) que a oposição venezuelana liderada por Guaidó é "uma vergonha" e assegura que nada acontecerá ao deputado golpista quando ele voltar ao país

Diosdado Cabello
Diosdado Cabello (Foto: AVN)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - "Eles não sentem pena um do outro, ontem se abraçaram e hoje lutam entre si, são uma vergonha para o mundo, nem são capazes de fazer eleições internas", disse o presidente da Assembléia Nacional Constituinte (ANC) da Venezuela na segunda-feira (27) acerca de Juan Guaidó e demais líderes da oposição venezuelana.

Em declarações durante uma coletiva de imprensa em Caracas, Cabello considerou que a oposição liderada pelo autoproclamado presidente Juan Guaidó deveria manter uma mesa de diálogo entre suas fileiras.

Ao mesmo tempo, o vice-presidente do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV) disse que "nada" acontecerá quando o líder do golpe, que está em turnê internacional, retornar ao país. 

A declaração de Cabello é feita a despeito de Guaidó estar proibido de viajar à Colômbia, onde foi se encontrar com representantes da diplomacia dos Estados Unidos. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247