Macron conversa com Putin e mostra confiança em cooperação com a Rússia

Um funcionário do escritório da presidência francesa disse que Emmanuel Macron está confiante principalmente no "interesse comum na estabilização da Líbia e na reunificação de suas instituições"

Vladimir Putin e Emmanuel Macron
Vladimir Putin e Emmanuel Macron (Foto: Sputnik / Sergei Guneev)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik Brasil - O presidente da França, Emmanuel Macron, está confiante no progresso da cooperação com a Rússia em áreas-chave da agenda internacional, afirmou sua equipe após uma conversa entre o chefe de Estado francês e o líder russo, Vladimir Putin, nesta sexta-feira (26).

Em declarações à imprensa, um funcionário do escritório da presidência francesa, citado pela AFP, disse que Macron está confiante quanto a vários pontos, mas principalmente no "interesse comum na estabilização da Líbia e na reunificação de suas instituições".

Nos últimos meses, o presidente francês tem buscado uma política de reaproximação com a Rússia, procurando consultar seu colega russo sobre alguns assuntos de interesse internacional, criando inclusive, segundo a agência francesa, desconforto entre alguns aliados europeus.

Nesta sexta-feira (26), os dois líderes realizaram uma reunião por meio de vídeo para discutir algumas questões bilaterais e de segurança e política internacional. 

O encontro, ainda de acordo com a Agence France-Presse, poderia estar relacionado às críticas feitas nos últimos dias pelo presidente francês à Turquia, por sua intervenção no conflito líbio, no qual, oficialmente, a França alega manter uma posição neutra.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247