Maduro lamenta morte de Maradona: “não tenho palavras para expressar o que sinto”

O presidente da Bolívia, Luis Arce, foi outro chefe de estado que prestou homenagens ao ídolo argentino

Diego Maradona e Nicolás Maduro
Diego Maradona e Nicolás Maduro (Foto: Reprodução/Twitter)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, e o presidente da Bolívia, Luis Arce, se juntaram a outros líderes latino-americanos que usaram as redes sociais para homenagear o ex-jogador Diego Armando Maradona, que faleceu nesta tarde na Argentina em razão de uma parada cardiorrespiratória.

“Muita tristeza, a lenda do futebol nos deixou, um irmão e amigo incondicional da Venezuela”, escreveu Maduro, que era amigo pessoal do jogador. Maradona, que se colocava como um “soldado” na luta contra o imperialismo, visitou Maduro em janeiro.

“Querido e irreverente “Pelusa”, você estará sempre no meu coração e no meu pensamento. Não tenho palavras no momento para expressar o que sinto. Adeus Pibe de América!”, completou, em tom pessoal.

Leia mais na Fórum.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247