Marinhas de guerra do Brasil e EUA realizam exercício militar no Mar do Caribe

O destróier de mísseis guiados USS William P. Lawrence (DDG 110) e o Navio-Escola Brasil (U27) conduziram um exercício de passagem (PASSEX) no Mar do Caribe, no dia 28 de outubro

Marinhas do Brasil e EUA realizam exercícios militares conjuntos
Marinhas do Brasil e EUA realizam exercícios militares conjuntos (Foto: Sputnik)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Brasil e os Estados Unidos realizaram exercícios militares conjuntos no Mar do Caribe, informa a Sputnik. A fragata brasileira zarpou do Porto de Belém no dia 21 de outubro com destino a Jacksonville, no quadro da 34ª Viagem de Instrução de Guardas-Marinha (VIGM).

O exercício foi realizado em águas internacionais do Caribe, por oportunidade de passagem dos dois navios pelo local, permitindo a ambas as marinhas demonstrar suas capacidades de comunicação, navegação e operação conjunta.

"Minha tripulação está honrada por ter esta oportunidade de treinar ao lado de nossos parceiros brasileiros, pois eleva nossa proficiência tática e capacidades coletivas [...] Foi uma excelente oportunidade de aprendizado para todas as partes envolvidas", afirmou o comandante Dawn Allen, oficial do William P. Lawrence.

A tenente Katherine E. Mason, oficial de convés do navio americano, destacou o "profissionalismo de alto nível" demonstrado pelos brasileiros, bem como o respeito mútuo durante as manobras.

Por sua vez, a Marinha do Brasil afirmou que a oportunidade foi motivo de orgulho para a instituição, podendo operar com um navio de escolta de um país aliado, além de contribuir para o treinamento dos Guardas-Marinha.

O NE Brasil (U27) é uma fragata de treinamento brasileira, com uma tripulação de aproximadamente 450 pessoas.

O destróier USS William P. Lawrence está destacado para a área de operações da 4ª Frota dos EUA para apoiar a missão da Força-Tarefa Conjunta Interagências Sul, que inclui o combate ao tráfico ilícito de drogas no Caribe e no Pacífico Oriental.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247