Morales critica OEA e diz que entidade está a serviço do "império dos EUA"

Presidente deposto da Bolívia Evo Morales criticou as conclusões da OEA de as eleições no país teriam sido alvo de irregularidades e acusou a instituição de "estar a serviço do império norte-americano”. Morales, que está exilado México, também disse estar disposto a retornar ao país caso o povo lhe peça

Evo Morales chega ao México
Evo Morales chega ao México (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - O ex-presidente da Bolívia Evo Morales atacou nesta quarta-feira as conclusões da Organização dos Estados Americanos (OEA) de que houve sérias irregularidades durante a eleição de 20 de outubro, que levaram a protestos que provocaram sua renúncia.

“A OEA tomou uma decisão política, não uma decisão técnica ou legal”, disse Morales em entrevista coletiva na Cidade do México, onde ele chegou na condição de asilado na terça-feira.

“A OEA está a serviço do império norte-americano”, disse.

Morales também afirmou que está disposto a retornar à Bolívia caso o povo boliviano lhe peça.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247