Museu de Nova York deve cancelar evento com Bolsonaro

Pressionado pelos setores democráticos da sociedade norte-americana, o Museu Americano de História Natural cogita cancelar o evento em que a Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos pretende homenagear Jair Bolsonaro como "homem do ano". Em posts nas redes sociais, o Museu deixa claro que não convidou Bolsonaro e que está estudando "todas as opções" sobre o que fazer. O museu teme que sua imagem seja contaminada pela de Bolsonaro, considerado racista, homofóbico e inimigo da Amazônia

Museu de Nova York deve cancelar evento com Bolsonaro
Museu de Nova York deve cancelar evento com Bolsonaro

247 – Os danos que Jair Bolsonaro vem causando à imagem do Brasil no mundo vêm se espalhando. Em tweets postados na noite de ontem, o Museu Americano de História Natural, um dos mais conhecidos do mundo, avisa que estuda "todas as opções" sobre o que fazer em relação a um evento programado pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos, que decidiu conceder a Bolsonaro o título de "homem do ano". Nos tweets, o museu deixa claro que não foi responsável pelo convite a Bolsonaro, considerado racista, homofóbico e inimigo da Amazônia.

Confira abaixo os tweets da administração do museu:


Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247