'Não se trata de uma eleição local, mas do rumo de um continente'

Fran Casamayor, cientista político e secretário de Organização do PODEMOS em Madri, na Espanha, diz que "o que está em jogo é a democracia no Brasil e também na América Latina. Não se trata apenas de uma eleição local, mas do rumo de um continente"

'Não se trata de uma eleição local, mas do rumo de um continente'
'Não se trata de uma eleição local, mas do rumo de um continente' (Foto: Podemos Comunidad de Madrid)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Fran Casamayor - O que Lula da Silva significou para o povo brasileiro não é possível explicar se não levarmos em conta a situação em que o país estava após o fracasso do modelo neoliberal imposto por décadas pela oligarquia brasileira.

Se não considerarmos a questão estrutural, constante em todos os governos de mudança na América Latina, a enorme corrosão do Estado provocada pelas elites econômicas, que historicamente venceram as batalhas institucionais nesses países, dificilmente encontraremos as chaves interpretativas adequadas para entender os fenômenos sociais que se expressaram nessas nações nos últimos anos.

O caso brasileiro é paradigmático nesse sentido. Para as elites brasileiras extrativistas, dedicadas à exploração privada e descontrolada de recursos comuns e à sua venda no exterior, grande parte da população nunca existiu como cidadãos, mas simplesmente como seres humanos que tinham necessidades básicas não satisfeitas.

Leia a íntegra na CartaCapital.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247