Nave russa desgovernada cai sobre o Pacífico

Uma nave espacial russa não tripulada que estava desgovernada no espaço após uma tentativa fracassada de entregar cargas para a Estação Espacial Internacional entrou na atmosfera terrestre na noite de quinta-feira sobre o oceano Pacífico, relatou a agência espacial da Rússia;  cápsula, carregada com mais de três toneladas de comida, combustível e suprimentos para a tripulação da estação, caiu às 23h04 (horário de Brasília), disse a Roscosmos

Uma nave espacial russa não tripulada que estava desgovernada no espaço após uma tentativa fracassada de entregar cargas para a Estação Espacial Internacional entrou na atmosfera terrestre na noite de quinta-feira sobre o oceano Pacífico, relatou a agência espacial da Rússia;  cápsula, carregada com mais de três toneladas de comida, combustível e suprimentos para a tripulação da estação, caiu às 23h04 (horário de Brasília), disse a Roscosmos
Uma nave espacial russa não tripulada que estava desgovernada no espaço após uma tentativa fracassada de entregar cargas para a Estação Espacial Internacional entrou na atmosfera terrestre na noite de quinta-feira sobre o oceano Pacífico, relatou a agência espacial da Rússia;  cápsula, carregada com mais de três toneladas de comida, combustível e suprimentos para a tripulação da estação, caiu às 23h04 (horário de Brasília), disse a Roscosmos (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - Uma nave espacial russa não tripulada que estava desgovernada no espaço após uma tentativa fracassada de entregar cargas para a Estação Espacial Internacional entrou na atmosfera terrestre na noite de quinta-feira sobre o oceano Pacífico, relatou a agência espacial da Rússia.

A cápsula, carregada com mais de três toneladas de comida, combustível e suprimentos para a tripulação da estação, caiu às 23h04 (horário de Brasília), disse a agência espacial russa Roscosmos em nota. A nave Progress-59 sobrevoava o oceano Pacífico central na hora da queda, disse a nota.

A maior parte da nave provavelmente queimou durante a descida em alta velocidade pela atmosfera, mas pequenas partes da estrutura podem ter sobrado e caído no oceano.

"Apenas pequenas partes de elementos estruturais podem chegar à superfície do planeta", disse a Roscosmos em nota na quinta-feira - similar ao que acontece no final de missões de rotina da Progress.

A nave foi lançada em 28 de abril do cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, mas nunca chegou à estação, um laboratório de pesquisa de 100 bilhões de dólares que flutua a 418 quilômetros da terra.

Uma investigação sobre a missão está em andamento, informou a Roscosmos. A Rússia já lançou 62 naves Progress para entregar módulos e cargas para a estação, duas das quais não foram concluídas com sucesso.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247