Novas tarifas dos EUA contra a China intensificariam guerra comerial

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Geng Shuang, destacou nesta quarta-feira (17) que seu país sempre defende a solução de questões econômicas e comerciais com os Estados Unidos por meio de diálogo e consultas e que o país tem sido sincero nessas consultas, ressaltando que novas tarifas dos EUA poderão criar obstáculos a essas consultas

Xinhua - O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Geng Shuang, destacou nesta quarta-feira (17) que seu país sempre defende a solução de questões econômicas e comerciais com os Estados Unidos por meio de diálogo e consultas e que o país tem sido sincero nessas consultas, ressaltando que novas tarifas dos EUA poderão criar obstáculos a essas consultas. 

"Se os EUA impuserem novas tarifas, indubitavelmente isto criaria obstáculos para as consultas de comércio bilaterais e tornaria o caminho para um acordo mais comprido", disse o funcionário chinês em uma entrevista coletiva.   

O presidente norte-americano, Donald Trump, disse na terça-feira (16) que havia um longo caminho para percorrer com a China em comércio e ameaçou impor tarifas sobre outros US$ 325 bilhões em bens chineses.  

"Uma jornada de mil milhas começa com o mesmo primeiro passo", disse Geng ao citar um provérbio chinês, acrescentando que alguém só precisa dar o primeiro passo e avançar consistentemente antes de chegar a seu destino.  

Ele pediu que os Estados Unidos mostrem determinação e perseverança e trabalhem com a China para obter um acordo mutuamente benéfico e de ganhos recíprocos através de esforços conjuntos com base no respeito mútuo e tratamento igual.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247