Morales: O mundo e os bolivianos patriotas repudiam o golpe

Após o golpe na Bolívia, o agora ex-presidente Evo Morales criticou seus opositores Carlos Mesa e Luis Fernando Camacho e deixou um recado: "Eles que assumam a responsabilidade de pacificar o país e garantir a estabilidade política e a convivência pacífica de nosso povo. O mundo e os bolivianos patriotas repudiam o golpe"

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O agora ex-presidente da Bolívia Evo Morales voltou a denunciar a o golpe no seu país. "Mesa e Camacho, discriminadores e conspiradores, passarão à história como racistas e golpistas. Eles que assumam a responsabilidade de pacificar o país e garantir a estabilidade política e a convivência pacífica de nosso povo. O mundo e os bolivianos patriotas repudiam o golpe", escreveu o ex-presinte no Twitter.

Após renunciar, Morales criticou seus opositores Carlos Mesa e Luis Fernando Camacho. "Por que tomei essa decisão? Para que Mesa e Camacho não sigam perseguindo meus irmãos dirigentes sindicais. Para que Mesa e Camacho não sigam queimando a casa dos governadores de Oruro e Chuquisaca", disse.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247