ONU: sanções dos EUA agravaram calamidades na Venezuela

A relatora especial da ONU sobre o impacto negativo das medidas coercitivas unilaterais nos direitos humanos, Alena Douhan, alertou para os prejuízos à Venezuela causados pelos EUA, que já tentaram viabilizar um golpe no país sul-americano

Alena Douhan, relatora especial da ONU sobre o impacto negativo das medidas coercitivas unilaterais nos direitos humanos
Alena Douhan, relatora especial da ONU sobre o impacto negativo das medidas coercitivas unilaterais nos direitos humanos (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência EFE - A relatora especial da ONU sobre o impacto negativo das medidas coercitivas unilaterais nos direitos humanos, Alena Douhan, afirmou nesta sexta-feira que as sanções aplicadas pelos Estados Unidos à Venezuela exacerbaram as calamidades no país sul-americano.

"As sanções impostas, cada vez mais, pelos EUA exacerbaram as calamidades anteriormente relatadas", disse a relatora na primeira e única declaração pública, após uma visita de 12 dias à Venezuela.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email