Opositor estimula a traição militar na Venezuela

"Nosso objetivo imediato é fazer a transição do país de volta à democracia, incluindo anistiar militares e políticos se necessário, usando o modelo que for, desde que em consenso com a sociedade, que vai se expressar por meio do voto", disse Juan Guaidó, que se autoproclamou presidente da Venezuela, em entrevista à jornalista Sylvia Colombo

Opositor estimula a traição militar na Venezuela
Opositor estimula a traição militar na Venezuela (Foto: Reuters / Carlos Garcia Rawlins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O deputado Juan Guaidó, que se autoproclamou presidente da Venezuela, com apoio do Brasil e dos Estados Unidos, quer estimular a traição de militares contra o presidente Nicolás Maduro. "Nosso objetivo imediato é fazer a transição do país de volta à democracia, incluindo anistiar militares e políticos se necessário, usando o modelo que for, desde que em consenso com a sociedade, que vai se expressar por meio do voto", disse Guaidó à jornalista Sylvia Colombo"Precisamos recuperar a democracia e depois, o mais rápido possível, atender as causas urgentes da Venezuela."

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email