Pesquisa Reuters/Ipsos mostra Hillary cinco pontos à frente

A candidata democrata à Presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, tem 5 pontos percentuais de vantagem sobre o republicano Donald Trump, segundo pesquisa Reuters/Ipsos divulgada nesta sexta-feira, mantendo sua vantagem em uma pesquisa nacional, enquanto a disputa se acirra em vários Estados

Hillary Clinton
Hillary Clinton (Foto: Leonardo Attuch)

Por Chris Kahn

NOVA YORK (Reuters) - A candidata democrata à Presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, tem 5 pontos percentuais de vantagem sobre o republicano Donald Trump, segundo pesquisa Reuters/Ipsos divulgada nesta sexta-feira, mantendo sua vantagem em uma pesquisa nacional, enquanto a disputa se acirra em vários Estados.

A pesquisa de 30 de outubro a 3 de novembro mostrou que 44 por cento dos prováveis ​​eleitores na votação de terça-feira apoiam Hillary, contra 39 por cento de apoio a Trump. O voto não é obrigatório nos Estados Unidos.

A liderança de Hillary variou de 4 a 7 pontos percentuais na última semana na pesquisa Reuters/Ipsos, enquanto outras pesquisas de opinião mostraram que a corrida se tornou cada vez mais competitiva. A Real Clear Politics, que calcula a média da maioria das pesquisas, estima que a vantagem da democrata caiu de 5 pontos no final da semana passada para menos de 2 pontos na sexta-feira.

Apesar de sua liderança nacional, Hillary parece ter perdido terreno em vários Estados, de acordo com um esforço de votação em separado que tem um olhar mais detalhado sobre a corrida.

O projeto Estados da Nação Reuters/Ipsos mostra que as disputas na Flórida, Carolina do Norte e Michigan deixaram de se inclinar para Hillary e agora são consideradas muito equilibradas. Estes Estados podem ser decisivos nas eleições presidenciais.

O projeto, no entanto, estima que Hillary ainda tem uma probabilidade de 90 por cento de ganhar a eleição.

A pesquisa de rastreamento nacional da Reuters/Ipsos foi realizada online em inglês em todos os 50 Estados e incluiu 2.021 pessoas que foram consideradas como prováveis ​​eleitores por seu histórico de votação, status de registro e intenção declarada de participar da eleição. A sondagem tem um intervalo de credibilidade de 3 pontos percentuais.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247