Plantadores de coca da Bolívia dão 24 horas para que Jeanine Áñez deixe a presidência

Os plantadores de coca do Trópico de Cochabamba estão em vigília pelas nove pessoas assassinadas na última sexta-feira

(Foto: Redes sociais)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - Os plantadores de coca do Trópico de Cochabamba, em Huayllani, em Sacaba, em vigília pelas nove pessoas que morreram na última sexta-feira (15) em confrontos com policiais e militares, deram 48 horas para que a presidente em exercício da Bolívia, Jeanine Áñez, deixe o poder.

Os cocaleros pegaram os corpos das pessoas assassinadas no Instituto de Investigações Forenses (IDIF) e os levaram a Sacaba.

Leia mais na Fórum.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247