Polícia prende mulher suspeita de ter matado irmão de Kim Jong-un

Autoridades da Malásia anunciaram nesta quarta-feira (15) que foi presa uma mulher suspeita de ter participado do assassinato do meio-irmão do líder da Coreia do Norte, Kim Jong-um; segundo a polícia malaia, a suspeita portava um passaporte vietnamita e foi detida nesta no aeroporto internacional de Kuala Lumpur; câmeras de vigilância do Aeroporto Internacional de Kuala Lumpur capturam imagem de uma das suspeitas do assassinato, relata o jornal Malay Mail; na foto, pode-se ver uma mulher de meia-idade e de origem asiática vestida com um suéter, onde está escrita a gíria "LOL", e uma saia azul

Autoridades da Malásia anunciaram nesta quarta-feira (15) que foi presa uma mulher suspeita de ter participado do assassinato do meio-irmão do líder da Coreia do Norte, Kim Jong-um; segundo a polícia malaia, a suspeita portava um passaporte vietnamita e foi detida nesta no aeroporto internacional de Kuala Lumpur; câmeras de vigilância do Aeroporto Internacional de Kuala Lumpur capturam imagem de uma das suspeitas do assassinato, relata o jornal Malay Mail; na foto, pode-se ver uma mulher de meia-idade e de origem asiática vestida com um suéter, onde está escrita a gíria "LOL", e uma saia azul
Autoridades da Malásia anunciaram nesta quarta-feira (15) que foi presa uma mulher suspeita de ter participado do assassinato do meio-irmão do líder da Coreia do Norte, Kim Jong-um; segundo a polícia malaia, a suspeita portava um passaporte vietnamita e foi detida nesta no aeroporto internacional de Kuala Lumpur; câmeras de vigilância do Aeroporto Internacional de Kuala Lumpur capturam imagem de uma das suspeitas do assassinato, relata o jornal Malay Mail; na foto, pode-se ver uma mulher de meia-idade e de origem asiática vestida com um suéter, onde está escrita a gíria "LOL", e uma saia azul (Foto: Aquiles Lins)

247 - Autoridades da Malásia anunciaram nesta quarta-feira (15) que foi presa uma mulher suspeita de ter participado do assassinato do meio-irmão do líder da Coreia do Norte, Kim Jong-um.

Segundo a polícia malaia, a suspeita portava um passaporte vietnamita e foi detida nesta no aeroporto internacional de Kuala Lumpur.

As câmeras de vigilância do Aeroporto Internacional de Kuala Lumpur capturam imagem de uma das suspeitas do assassinato, relata o jornal Malay Mail. Na foto, pode-se ver uma mulher de meia-idade e de origem asiática vestida com um suéter, onde está escrita a gíria "LOL", e uma saia azul. De acordo com o Oriental Daily, a polícia prendeu o taxista que ajudou as agentes na hora da fuga. 

O irmão mais velho do líder norte-coreano foi morto no Aeroporto Internacional de Kuala Lumpur em 13 de fevereiro. De acordo com oficiais, uma mulher desconhecida se aproximou de Kim Jong-nam na sala de embarque e cobriu a cabeça da vítima com um lenço contendo um líquido não identificado.

Enquanto isso, o corpo da vítima foi transferido nesta manhã em uma ambulância escoltada por várias viaturas da polícia até o Hospital Geral de Kuala Lumpur, onde os legistas determinarão a causa da morte e sua identidade, segundo o jornal local "The Star". Pelo menos três carros pertencentes à embaixada da Coreia do Norte no país estão estacionados no hospital.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247