Policial acusado de matar George Floyd é solto após pagar fiança

Tao Thao, o terceiro policial de Mineápolis demitido após ter sido acusado de matar George Floyd, pagou US$ 750 mil, o equivalente a R$ 4 milhões

Reprodução
Reprodução
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Terceiro policial de Mineápolis demitido após ter sido acusado de matar George Floyd, Tao Thao pagou uma fiança no valor de US$ 750 mil (equivalente a R$ 4 milhões) e foi solto neste sábado 4.

Segundo informações do Star Tribune, de Mineápolis, o agente tinha a opção de pagar US$ 1 milhão de dólares para aguardar em liberdade até o julgamento ou US$ 750 mil para aguardar o julgamento sob condicional.

Thao deverá se apresentar perante o juiz do caso no dia 11 de setembro, informa reportagem do UOL. Ele é acusado de ser cúmplice de homicídio em segundo grau. Todos os quatro policiais envolvidos na morte de Floyd foram demitidos pela polícia de Mineápolis.

George Floyd era um segurança desempregado negro e morreu mesmo depois de dizer que não estava conseguindo respirar, como registraram imagens de câmeras de segurança. Sua morte gerou semanas de protestos contra o racismo e a violência policial nos EUA.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247