Policial acusado pela morte de George Floyd é solto sob fiança de US$ 1 milhão

O ex-policial Derek Chauvin, acusado pela morte do rapaz negro George Floyd nos EUA, foi solto depois de pagar fiança no valor de US$ 1 milhão (R$ 5,6 milhões)

Reprodução
Reprodução
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-policial Derek Chauvin, de Minneapolis (EUA), acusado pela morte do segurança negro George Floyd, foi solto, na manhã desta quarta-feira (7), depois de pagar fiança no valor de US$ 1 milhão (R$ 5,6 milhões). Ele aguarda julgamento sobre as acusações de homicídio culposo e homicídio em segundo grau, de acordo com informações do The New York Times

O segurança negro foi assassinato em maio após ser asfixiado em maio. Com o joelho, o policial pressionou o pescoço do rapaz, que ficou deitado no chão dizendo que não conseguia respirar. 

Três outros policiais que estavam no local também foram demitidos e enfrentam acusações no Judiciário.

Vários protestos eclodiram dentro e fora dos EUA, em localidades como Europa e outros países, como o Brasil.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247