Prefeito de Londres condena "chocante vandalismo ambiental" no Brasil

De acordo com o prefeito de Londres, Sadiq Khan, "a queima da floresta amazônica é um ato de chocante vandalismo ambiental com consequências globais - aparentemente ajudado e encorajado pelo governo brasileiro". "Nosso governo deve demonstrar seu compromisso em combater as mudanças climáticas chamando o Brasil para acabar com os incêndios", disse

247 - Mais uma liderança internacional manifesta repúdio à devastação da Amazônia no governo Jair Bolsonaro. De acordo com o prefeito de Londres, Sadiq Khan, "a queima da floresta amazônica é um ato de chocante vandalismo ambiental com consequências globais - aparentemente ajudado e encorajado pelo governo brasileiro". 

"Nosso governo deve demonstrar seu compromisso em combater as mudanças climáticas chamando o Brasil para acabar com os incêndios", escreveu o chefe do Executivo no Twitter.

A devastação da floresta causa perplexidade no mundo. O presidente francês, Emmanuel Macron, a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, e o da Irlanda, Leo Varadkar, defendem a uma discussão sobre o tema durante a cúpula do G7, neste final de semana, em Biarritz, na França. 

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) informou que a destruição em junho cresceu 88% e em julho 278% na comparação com iguais períodos de 2018.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247