Presidente da China diz que Brics deveriam rejeitar unilateralismo

O presidente chinês Xi Jinping disse que uma guerra comercial global deveria ser rejeitada porque não haveria ganhador, fazendo um chamado às nações dos Brics para rejeitar o unilateralismo em meio às ameaças de tarifas pelo presidente dos EUA, Donald Trump

Presidente da China diz que Brics deveriam rejeitar unilateralismo
Presidente da China diz que Brics deveriam rejeitar unilateralismo (Foto: Reuters)

JOHANESBURGO (Reuters) - O presidente chinês Xi Jinping disse que uma guerra comercial global deveria ser rejeitada porque não haveria ganhador, fazendo um chamado às nações dos Brics para rejeitar o unilateralismo em meio às ameaças de tarifas pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Os alertas de Trump ao Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul refresca o ímpeto de fortalecer a cooperação comercial e seus líderes encontrarem uma voz coletiva defendendo o comércio global no momento em que iniciam uma cúpula de três dias dos Brics em Johanesburgo.

O encontro dos presidentes do bloco comercial é o primeiro desde que Trump lançou um esforço para reequilibrar o multilateralismo comercial que ele considera injusto.

“Nós deveríamos ser firmes em rejeitar o unilateralismo”, disse Xi. “Uma guerra comercial deveria ser rejeitada porque não há vencedor”, acrescentou ele, que supervisiona a segunda maior economia do mundo e cuja nação domina o bloco dos Brics.

“O unilateralismo e o protecionismo estão aumentando, dando um duro golpe ao multilateralismo”, disse ele. “A China continuará a se desenvolver com a porta totalmente aberta.”

Xi também disse que é impossível cessar a ascensão coletiva dos mercados emergentes e dos países em desenvolvimento “e tornará o desenvolvimento global mais equilibrado”. Ele pediu aos governos dos Brics que observem as regras internacionais, independentemente de seu tamanho.

O presidente da África do Sul, Cyril Ramaphosa, pediu discussões aprofundadas na cúpula sobre o papel do comércio na promoção do desenvolvimento sustentável e do crescimento inclusivo.

“Estamos nos reunindo aqui no momento em que o sistema multilateral de comércio está enfrentando desafios sem precedentes”, disse em discurso.

Por Alexander Winning e Olivia Kumwenda-Mtambo

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247