Professor francês é esfaqueado em nome do EI

Homem encapuzado alegando estar agindo em nome do Estado Islâmico atacou um professor de jardim de infância com uma faca enquanto ele se preparava para as aulas em uma escola no norte de Paris;  agressor fugiu logo após o ataque; autoridades antiterrorismo estão investigando o caso; aulas na escola foram canceladas

Homem encapuzado alegando estar agindo em nome do Estado Islâmico atacou um professor de jardim de infância com uma faca enquanto ele se preparava para as aulas em uma escola no norte de Paris;  agressor fugiu logo após o ataque; autoridades antiterrorismo estão investigando o caso; aulas na escola foram canceladas
Homem encapuzado alegando estar agindo em nome do Estado Islâmico atacou um professor de jardim de infância com uma faca enquanto ele se preparava para as aulas em uma escola no norte de Paris;  agressor fugiu logo após o ataque; autoridades antiterrorismo estão investigando o caso; aulas na escola foram canceladas (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - Um homem encapuzado alegando estar agindo em nome do Estado Islâmico atacou um professor de jardim de infância com uma faca enquanto ele se preparava para as aulas em uma escola no norte de Paris, disse um funcionário do Judiciário francês nesta segunda-feira.

O professor foi levado ao hospital após o ataque perpetrado por um homem com uma faca ou estilete, que fugiu do local em seguida, por volta de 7h30 (horário local), disse o funcionário, acrescentando que as autoridades antiterrorismo estavam investigando o caso.

A ministra da Educação da França e uma autoridade local visitaram as instalações da escola em Aubervilliers, na região de Saint-Denis, a norte da capital. As aulas na escola foram canceladas.

A autoridade, não identificada, disse a repórteres que ainda é muito cedo para tirar conclusões sobre o caráter do ataque, observando que o agressor, que usava uma balaclava, aparentemente tinha encontrado a arma em instalações da escola.

O incidente ocorreu um mês depois que homens armados e homens-bomba mataram 130 pessoas em Paris, em um ataque reivindicado pelo Estado Islâmico, o grupo militante islamista que controla faixas de território da Síria e do Iraque e prometeu atacar a França, país integrante da coalizão de países que realiza ataques aéreos contra os jihadistas.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email