Rafael Correa é condenado a 8 anos de prisão no Equador

Ex-presidente equatoriano Rafael Correa foi condenado por corrupção pelo Tribunal da Corte Nacional de Justiça do Equador nesta terça-feira (7). Correa alega que é vítima de perseguição política para evitar que participe das eleições de 2021

Ex-presidente do Equador Rafael Correa
Ex-presidente do Equador Rafael Correa (Foto: FRANCOIS LENOIR/REUTERS)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik Brasil - O ex-presidente equatoriano, Rafael Correa, foi condenado por corrupção pelo Tribunal da Corte Nacional de Justiça do Equador nesta terça-feira (7).

Segundo publicou a agência AP, Correa foi condenado junto de 19 altos funcionários públicos e empresários que estariam envolvidos em uma rede de corrupção em obras públicas. Segundo o juiz Iván León, o Ministério Público do país demonstrou a existência da rede de corrupção.

Correa, que foi presidente do Equador entre os anos de 2007 e 2017, vive hoje na Bélgica e alega que é vítima de perseguição política no Equador para evitar que participe das eleições de 2021.

À Sputnik Mundo, o advogado do ex-presidente, Fausto Jarrín, afirmou que apesar da decisão da Justiça, Correa pretende ir ao Equador no final do ano para iniciar sua campanha no país.

"A opção de vir ao Equador no final do ano para a campanha política segue firme, é a decisão principal que ele tomou desde o início desses processos e não muda com a sentença de hoje", disse o advogado à Sputnik Mundo.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email