Raúl Castro diz que Dilma sofre golpe parlamentar

O presidente Raúl Castro, expressou seu apoio à presidente Dilma Rousseff, que, segundo ele, enfrenta um "golpe parlamentar"; "Reiteramos a solidariedade de Cuba ao povo brasileiro e à presidente constitucional Dilma Rousseff, que enfrenta um golpe parlamentar", disse Castro nesta terça (19); para ele, a abertura de processo de impeachment contra Dilma foi "organizado pela direita oligárquica e neoliberal e incentivada pelo imperialismo contra os progressos políticos e econômicos conquistados durante os governos do Partido dos Trabalhadores"

O presidente Raúl Castro, expressou seu apoio à presidente Dilma Rousseff, que, segundo ele, enfrenta um "golpe parlamentar"; "Reiteramos a solidariedade de Cuba ao povo brasileiro e à presidente constitucional Dilma Rousseff, que enfrenta um golpe parlamentar", disse Castro nesta terça (19); para ele, a abertura de processo de impeachment contra Dilma foi "organizado pela direita oligárquica e neoliberal e incentivada pelo imperialismo contra os progressos políticos e econômicos conquistados durante os governos do Partido dos Trabalhadores"
O presidente Raúl Castro, expressou seu apoio à presidente Dilma Rousseff, que, segundo ele, enfrenta um "golpe parlamentar"; "Reiteramos a solidariedade de Cuba ao povo brasileiro e à presidente constitucional Dilma Rousseff, que enfrenta um golpe parlamentar", disse Castro nesta terça (19); para ele, a abertura de processo de impeachment contra Dilma foi "organizado pela direita oligárquica e neoliberal e incentivada pelo imperialismo contra os progressos políticos e econômicos conquistados durante os governos do Partido dos Trabalhadores" (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente Raúl Castro, expressou seu apoio à presidente Dilma Rousseff, que, segundo ele, enfrenta um "golpe parlamentar".

"Reiteramos a solidariedade de Cuba ao povo brasileiro e à presidente constitucional Dilma Rousseff, que enfrenta um golpe parlamentar", disse Castro ao encerrar o 7º Congresso do Partido Comunista, nesta terça-feira (19).

Para Castro, a aprovação pela Câmara dos Deputados, no domingo (17), da abertura de processo de impeachment contra Dilma se trata de um golpe "organizado pela direita oligárquica e neoliberal e incentivada pelo imperialismo contra os progressos políticos e econômicos conquistados durante os governos do Partido dos Trabalhadores".

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247