Rússia paga dívida soberana em rublos

Os pagamentos de juros de títulos denominados em dólares foram feitos de acordo com o novo esquema de pagamento

www.brasil247.com -
(Foto: Dado Ruvic/Reuters)


RT - O Ministério das Finanças da Rússia anunciou na quinta-feira que liquidou duas emissões de eurobônus denominados em dólares "na íntegra" enviando 12,51 bilhões de rublos (US$ 234,5 milhões) em pagamentos de cupons ao National Settlement Depository (NSD). É o primeiro pagamento feito sob um novo mecanismo, que permite transações em rublos.

Segundo o ministério, os pagamentos foram em Eurobonds com vencimento em 2027 e 2047.

“Assim, as obrigações de serviço dos títulos estatais da Federação Russa foram cumpridas integralmente pelo Ministério das Finanças”, disse o comunicado.

O ministro das Finanças, Anton Siluanov, argumentou que a transição para pagamentos em rublos não implica um calote da dívida. Os EUA impediram a Rússia de fazer pagamentos de dívidas em moeda estrangeira e, no mês passado, Washington encerrou uma isenção de pagamentos de títulos, com a intenção de impedir a Rússia de pagar o serviço de sua dívida soberana. Moscou acusou Washington de tentar arquitetar um calote artificial, já que o país tem fundos para pagar suas dívidas.

Graças ao novo mecanismo, a Rússia poderá cumprir suas obrigações não apenas com os credores cujos direitos são confirmados por meio dos depositários nacionais, mas também com aqueles “que não podem transferir fundos de acordo com os procedimentos padrão”, disse o ministério.

Os investidores precisarão abrir uma conta em rublos para receber os fundos, explicou.

Na quarta-feira, o presidente Vladimir Putin assinou um decreto sobre um procedimento temporário para pagamentos de Eurobonds. O documento afirma que Moscou agora considerará suas obrigações cumpridas “se forem cumpridas em rublos em valor equivalente ao valor das obrigações em moeda estrangeira” à taxa de câmbio do dia em que os fundos forem transferidos para o depositário central (NSD), através do qual serão pagos aos credores.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email