Rússia vende metade de seus títulos do tesouro dos EUA

A Rússia vendeu metade de seus títulos do tesouro dos EU; valor dos títulos vendidos atinge US$ 47,5 bilhões e reduziu seus investimentos em obrigações dos EUA para US$ 48,7 bilhões; com isso, a Rússia passou de 18º para 22º na lista dos principais credores dos EUA em um ranking liderado pela China

Dolar-Moeda estrangeira
Dolar-Moeda estrangeira (Foto: Paulo Emílio)

Sputnik - A Rússia vendeu em abril metade de seus títulos do tesouro dos EUA. O valor dos títulos vendidos atinge 47,5 bilhões de dólares (R$ 170 bilhões). A Rússia reduziu assim seus investimentos em obrigações dos EUA para 48,7 bilhões de dólares (R$ 185 bilhões).

Desta forma, a Rússia passou de 18º para 22º na lista dos principais credores dos EUA, segundo os dados publicados pelo Departamento do Tesouro dos EUA.

A China continua sendo o líder do ranking, possuindo títulos no valor de 1,18 trilhão de dólares (R$ 4,5 trilhões). O Japão fica no segundo lugar, com 1,03 trilhão (R$ 3,8 trilhões).

Anteriormente, o Congresso dos EUA propôs adotar sanções contra as instituições financeiras russas. O projeto de lei iria impedir os cidadãos norte-americanos e os residentes dos EUA de efetuarem operações com títulos públicos da Rússia e impor sanções contra os maiores bancos russos.
Entretanto, a mídia informou que o presidente dos EUA, Donald Trump, suspendeu a adoção das sanções contra a dívida soberana da Rússia porque, para o Departamento do Tesouro, essa medida pode afetar não apenas os investidores e empresas russos, mas também os norte-americanos.

Em resposta às possíveis sanções contra a dívida soberana russa, o chefe do Comitê de Mercados Financeiros da Duma de Estado russa propôs reduzir os investimentos russos em títulos do Tesouro dos EUA para que "o dinheiro russo não trabalhe nos interesses da economia norte-americana".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247