Sequestro de avião malaio não está descartado

O eventual sequestro do avião da Malaysia Airlines que desapareceu com 239 pessoas a bordo não pode ser descartado e todas as possibilidades estão sendo investigadas a respeito do voo que sumiu na rota de Kuala Lumpur para Pequim, informou o chefe das investigações na Malásia nesta segunda-feira

O eventual sequestro do avião da Malaysia Airlines que desapareceu com 239 pessoas a bordo não pode ser descartado e todas as possibilidades estão sendo investigadas a respeito do voo que sumiu na rota de Kuala Lumpur para Pequim, informou o chefe das investigações na Malásia nesta segunda-feira
O eventual sequestro do avião da Malaysia Airlines que desapareceu com 239 pessoas a bordo não pode ser descartado e todas as possibilidades estão sendo investigadas a respeito do voo que sumiu na rota de Kuala Lumpur para Pequim, informou o chefe das investigações na Malásia nesta segunda-feira (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

KUALA LUMPUR, 10 Mar (Reuters) - O eventual sequestro do avião da Malaysia Airlines que desapareceu com 239 pessoas a bordo não pode ser descartado e todas as possibilidades estão sendo investigadas a respeito do voo que sumiu na rota de Kuala Lumpur para Pequim, informou o chefe das investigações na Malásia nesta segunda-feira.

O investigador disse que as autoridades vietnamitas não confirmaram ter avistado qualquer destroço do avião.

O voo MH370 desapareceu no sábado cerca de uma hora após decolar de Kuala Lumpur, depois de ter atingido altitude de 10.600 metros.

(Reportagem de Michael Perry)

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email