Shinzo Abe é reeleito no Japão e promete endurecer com Coreia do Norte

Primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, prometeu nesta segunda-feira (23) "medidas contundentes" em relação à Coreia do Norte, após a sólida vitória da coalizão governante que lidera nas eleições gerais desse domingo (22); "A partir do apoio popular que recebemos, estamos capacitados para pôr em marcha medidas contundentes frente à ameaça norte-coreana", disse Abe, em entrevista em Tóquio para avaliar os resultados das eleições antecipadas

Primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, durante coletiva de imprensa em Tóquio 23/10/2017 REUTERS/Toru Hanai
Primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, durante coletiva de imprensa em Tóquio 23/10/2017 REUTERS/Toru Hanai (Foto: Aquiles Lins)

Agência EFE - O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, prometeu hoje (23) "medidas contundentes" em relação à Coreia do Norte, após a sólida vitória da coalizão governante que lidera nas eleições gerais de ontem. A informação é da Agência EFE.

"A partir do apoio popular que recebemos, estamos capacitados para pôr em marcha medidas contundentes frente à ameaça norte-coreana", disse Abe, em entrevista hoje em Tóquio para avaliar os resultados das eleições antecipadas.

O líder conservador informou que o problema da Coreia do Norte será um dos temas principais que tratará com o presidente americano, Donald Trump, durante a visita que ele pretende fazer ao Japão entre os dias 5 e 7 de novembro.

"Falei hoje com Trump e decidimos que, quando vier, dedicaremos um tempo significativo para discutir como fazer frente a esse desafio", declarou Abe, na sede do Partido Liberal Democrata (PLD) em Tóquio.

O Partido Liberal Democrata conquistou 284 cadeiras e seu parceiro Komeito, 29, o que conjuntamente os deixa acima dos 310 assentos que formam os dois terços da Câmara Baixa, composta por 465 membros, segundo os últimos dados coletados pela emissora estatal NHK.

A ampla maioria abre caminho para iniciar o complexo processo de reforma da Constituição pacifista japonesa, uma controversa iniciativa que Abe defende com o objetivo de incrementar as competências nacionais em matéria de defesa.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247